Que vitaminas para o cabelo para usar para fortalecer e parar a perda de cabelo. Classificação dos produtos

hair-vitamins.jpg

Estudos mostram que um número crescente de pessoas lutam com o problema bastante embaraçoso de desbaste de cabelo. Como cuidar do seu cabelo para desfrutar de sua aparência saudável por tanto tempo quanto possível? Vale a pena tomar alguma preparação? Ou será suficiente mudar os hábitos alimentares? Abaixo, respondemos a estas e outras perguntas.

Como cuidar do teu cabelo?

Cabelo exuberante e bem preparado, sem dúvida, aumenta a atractividade. No entanto, tratamentos de beleza não são suficientes para alcançar o cabelo impecável. Além do estilo de vida, cuidados pessoais, sono e bem-estar geral, o aparecimento do cabelo é principalmente influenciado pela sua dieta diária. Sua dieta deve incluir produtos ricos em vitaminas que contribuem para o cabelo grosso, saltitante e brilhante.

Se você comer praticamente qualquer coisa, Você está em risco de perda prematura de cabelo. Portanto, é bom saber que vitaminas para o cabelo para considerar e o que comer para conseguir cabelo bonito.

Queda

O cabelo e as unhas são material queratinizado da epiderme, que costumava ter uma função protectora e termorreguladora. Devido à evolução, já não precisamos do nosso cabelo, e foi consideravelmente reduzido. Uma relíquia de tempos antigos quando os humanos viviam em cavernas, o cabelo é mais um problema estético (especialmente para as mulheres) se eles cobrem partes do corpo que não a cabeça. A indústria de beleza tem tentado desenvolver métodos eficazes de depilação, desde a depilação até aos tratamentos A laser.

Mas cabelo na cabeça é uma história diferente. A maioria das pessoas, ao que parece, faz um esforço para evitar o Calvário prematuro. O mercado de beleza abunda em muitos produtos que supostamente devem ajudar com isso, embora nem todos os produtos comercialmente disponíveis são eficazes o suficiente.

Vale a pena saber quais as vitaminas para o cabelo realmente funcionam. As mudanças de estilo de vida devem acompanhar o uso de tais preparações se o problema é causado por sono inadequado, uma dieta insalubre, ou estresse crônico. Os remédios caseiros muitas vezes acabam por ser igualmente eficazes. A utilização de preparações por si só não ajudará.

Estrutura do cabelo

O cabelo cresce a partir de um folículo localizado na pele e é nutrido por uma extensa rede de vasos sanguíneos. É diretamente adjacente ao músculo do cabelo, que está envolvido na termorregulação e reage por contrações em situações estressantes. Crescimento do cabelo e subsequente perda de cabelo pode ser resumida na seguinte sequência:

  • 1. Primeiro, o cabelo cresce por vários anos (a fase de crescimento sempre dura um longo tempo, independentemente do uso de produtos diferentes).
  • 2. Em seguida, o cabelo morre (2 a 3 semanas).
  • 3. Para eventualmente ser empurrado para fora por novos cabelos, o que geralmente leva vários meses.

Perdemos cerca de 100 cabelos todos os dias. Este montante não deve ser motivo de preocupação. No entanto, se forem encontradas quantidades mais elevadas no ralo da Banheira ou nos tapetes, o problema deve ser consultado com um especialista e devem ser tomadas medidas adequadas. Perda excessiva de cabelo é sempre um sinal de algum desequilíbrio dentro do corpo.

Como evitar a perda de cabelo?

De todos os fatores mencionados aqui, uma dieta saudável é o mais importante. Uma deficiência de nutrientes, vitaminas e oligoelementos encontrados em certos alimentos são muitas vezes responsáveis pela perda excessiva de cabelo. Os nutrientes são primeiro fornecidos aos tecidos essenciais. Uma vez que o cabelo tem uma baixa prioridade quando se trata da “distribuição” de vitaminas, quaisquer deficiências tornam-se conhecidos pela condição enfraquecida dos folículos capilares.

Se a sua dieta carece de quantidades adequadas de proteínas, gorduras, hidratos de carbono complexos, ou micronutrientes – o cabelo começará a cair em menos de três meses. Portanto, o primeiro passo que você deve dar em caso de perda progressiva de cabelo é mudar seus hábitos alimentares.

O que mais pode causar a perda de cabelo?

Doenca

Uma das causas mais comuns são várias doenças. Em particular, as doenças sistêmicas têm um efeito negativo na condição do cabelo. As pessoas com diabetes, síndrome do ovário policístico, hipertiroidismo, hipotiroidismo e tiroidite podem sentir um desaparecimento prematuro. Desequilíbrios hormonais também levam ao aumento da perda de cabelo, especialmente no caso de alopecia andrógina.

Gravidez

Muitas mulheres experimentam perda de cabelo após o parto. Isto é devido a um desequilíbrio: durante a gravidez, a quantidade de estrogênio no corpo aumenta significativamente, o que resulta em melhor condição de cabelo, apenas a cair drasticamente após o nascimento da criança. A concentração de hormônios sexuais é drasticamente reduzida, o que não permanece sem efeito na aparência e bem-estar das mulheres.

Stress

Outra causa de calvície prematura pode ser o estresse. O sistema nervoso funciona para permitir a uma pessoa “lutar ou fugir” em face do perigo. A adrenalina coloca o corpo num estado de mobilização. Seria mais saudável se a energia acumulada pudesse encontrar uma saída (luta ou fuga), mas o mundo moderno é governado por regras que muitas vezes tornam impossível escolher uma dessas opções. O resultado? Mortes prematuras, ataques cardíacos, AVC e neuroses…

A calvície também é, por vezes, associada a stress grave. Tensão emocional prolongada faz com que os músculos do pescoço para endurecer, juntamente com os músculos adutores. Como resultado, os folículos não recebem “alimentos” suficientes dos vasos sanguíneos e estão expostos a hipoxia. Isso leva a um crescimento de cabelo atrofiado e subsequente calvície.

Tratamentos de beleza invasivos

Certos tratamentos de beleza também são responsáveis pela perda excessiva de cabelo. Os corantes capilares comumente usados hoje contêm produtos químicos prejudiciais para os folículos capilares e o couro cabeludo. O estilo de ar quente seca os fios e torna o cabelo frágil. Os champôs “secos” também não dão brilho ao cabelo.

Cuidados naturais e métodos de estilo são melhores. Corantes artificiais podem ser substituídos com sucesso por corantes contendo apenas compostos vegetais naturais. Em vez de usar Champôs com uma alta concentração de tensioactivos, é aconselhável obter as suas alternativas mais brandas, que não danificam a epiderme. Ao discutir vários métodos de cuidado do cabelo, o tópico de blow-drying seu cabelo não deve ser negligenciado. Ar quente de um secador de cabelo não é bom para a saúde e aparência do seu cabelo.

Se você está pressionado para o tempo, use a configuração fria ou, se você tem tempo, deixe o seu cabelo secar por conta própria. Utilizar ferros de enrolar e ferros planos apenas em ocasiões especiais.

vitaminas para o cabelo

Suplementos dietéticos para reforço capilar

Para estimular o crescimento do cabelo, é uma boa ideia usar suplementos dietéticos de venda livre. Esta é uma maneira barata e eficaz de fortalecer o seu cabelo. Portanto, não só vale a pena garantir uma dieta saudável, mas também suplementos dietéticos.

Suplementação é a palavra de ordem dos tempos modernos. Temos pílulas para tudo: dor nas articulações, dor nas costas, dor de dentes, suplementos dietéticos que suportam a perda de peso, nutrientes para fisiculturistas, etc. As preparações aprovadas para venda legal devem ser seguras de usar, especialmente se puderem ser compradas sem receita médica. No entanto, o mercado negro oferece uma série de produtos que não foram inspeccionados e aprovados. Eles geralmente custam menos, mas devido a substâncias desconhecidas na composição, eles podem ser prejudiciais para o corpo.

Portanto, se você já está comprando suplementos dietéticos, só fazê-lo a partir de fabricantes verificados. É melhor comprar uma preparação mais cara e garantir que você não vai prejudicar a si mesmo do que encomendar qualquer coisa de vendedores duvidosos. Mas que vitaminas para o cabelo você deve incluir em sua dieta para alcançar cabelo bonito, brilhante?

Vitaminas para o cabelo

É hora de listar os nutrientes essenciais. Tentamos incluir todas as vitaminas essenciais, minerais e oligoelementos, que afetam a condição do cabelo. Por uma questão de clareza, dividimos os compostos individuais em categorias separadas.

Vitamina D

É um dos compostos mais valiosos. Ela atua de forma semelhante a um hormônio, estimulando muitos processos que ocorrem dentro do corpo. A vitamina D3 suporta o sistema imunitário, melhora a saúde óssea, promove o crescimento de novas células. A deficiência deste composto resulta não só na perda de cabelo, mas também na interrupção de algumas funções do corpo. A fonte mais rica de vitamina D3 é o sol: a exposição à radiação UV estimula o corpo a produzi-lo, o que não é sem efeito sobre a condição do cabelo. A vitamina D está disponível em farmácias, entre outros suplementos valiosos.

Biotina (B7)

A biotina é outro nutriente essencial. Determina o bom funcionamento das enzimas responsáveis pelo processamento de hidratos de carbono, proteínas e gorduras. Estudos mostram que baixas concentrações desta substância no organismo podem resultar em perda excessiva de cabelo. A biotina é encontrada em alimentos vegetais (arroz, cenouras, espinafres, tomates) e alimentos animais (fígado, ovos).

Vitamina A (beta-caroteno))

A vitamina A está envolvida no processo de criação de novas células da pele. Sua deficiência contribui para a perda excessiva de cabelo, bem como para vários outros problemas de saúde. No entanto, tenha em mente que o excesso de vitamina A é muito prejudicial para todo o corpo: pode até mesmo danificar o fígado. A vitamina A é encontrada em produtos lácteos, espinafres, couve, cenouras, abóbora, peixe gordo, pimentos vermelhos, tomates e damascos.

Vitamina E

A vitamina E é constituída por substâncias orgânicas que estão envolvidas em muitos processos. O mais importante para o cabelo e condição do couro cabeludo é tocoferol-uma substância, que é um poderoso antioxidante. Protege o organismo contra os efeitos prejudiciais dos radicais livres, previne danos celulares e fortalece os folículos capilares. Níveis elevados de vitamina e podem ser encontrados em frutos de casca rija, sementes, bagas, óleos vegetais e salsa.

Vitamina C (ácido ascórbico))

A vitamina C é um antioxidante forte. Ele garante a absorção adequada de ferro, que tem uma grande influência na condição de cabelo. O ácido ascórbico fortalece os vasos sanguíneos e oxigena os folículos. Pode ser encontrada nos seguintes países: pimenta, citrinos, papaia, couves-de-Bruxelas, couve, morangos, tomates e brócolos.

Vitaminas do grupo B

Vitamina B12

A vitamina B12, a mais importante de todas as vitaminas B, evita a anemia e sua deficiência se manifesta de várias maneiras, incluindo a condição de cabelo pobre. A vitamina B12 está presente em produtos de origem animal (carne de bovino, peixe, miudezas, ovos e moluscos) e leguminosas. No entanto, vale a pena notar que o composto não é absorvido tanto ao consumir produtos vegetais, e é por isso que vegans e vegetarianos devem definitivamente incluir um suplemento dietético adequado.

Vitamina B5

A vitamina B5 estimula a produção de creatina – uma substância que influencia o crescimento do cabelo e das unhas, entre outras coisas. Também regula o metabolismo dos ácidos gordos e acelera a formação de novas células. Fontes ricas de vitamina B5 incluem peixe, sêmea, levedura, nozes e produtos animais (ovos, carne de aves de capoeira, leite).

Vitamina B2 (ácido pantoténico/riboflavina)

A vitamina B2 previne a perda de cabelo. Pode ser encontrada nos seguintes países: leite e produtos lácteos, leguminosas, pão integral e espinafres. O ácido pantoténico regenera folículos capilares, evita que os pêlos se tornem cinzentos e acalma as inflamações do couro cabeludo.

Outras componentes importantes

Para conseguir cabelo bonito e saudável, você deve comer alimentos contendo vários outros nutrientes: zinco, ferro, silício, ferritina, cobre, selênio e ácido fólico. O cabelo e as unhas, em particular, precisam de muito silício, que é encontrado em frutas, vegetais, papas de aveia e sêmea grosseira.

Resumo

A queda de cabelo não é um problema incontrolável. Para o crescimento adequado, o cabelo requer certas substâncias, uma deficiência de que se manifesta em folículos enfraquecidos e outros problemas de saúde. Por exemplo, uma quantidade insuficiente de zinco no organismo pode ser a razão para eczema e úlceras. Além disso, leva a uma mudança na estrutura proteica dos folículos, o que resulta no enfraquecimento do cabelo e calvície prematura. Portanto, é uma boa idéia prestar atenção ao que você coloca em seu cesto de compras.


Alternative products

Soro Para Cílios: Classificação dos melhores produtos
Comentários recentes sobre Dermisena. Descriçăo do produto